01. ANÁLISE DO TEMA

Por J B da Silva

Esse resultado é mais um exemplo de como a Ciência Oaieme utiliza as expressões idiomáticas, nos seus resultados através do Idioma Brasileiro Livre.

As expressões idiomáticas e as figuras de expressão se interligam e se interpõem matematicamente como se fossem bailarinos em solo, numa cena épica, de uma ópera, o resultado da análise.

02. QUADRATURA DO TEMA

ordem-e

03. PALAVRAS ENCONTRADAS NA QUADRATURA

Exercite sua mente procurando na quadratura as palavras que formam o texto ou resultado final.
****
OBS: Todas as palavras do texto serão encontradas dentro da quadratura e todas as palavras possíveis que podem ser formadas com as letras da quadratura compõem o teor ou forma do texto ou Resultado.


****
04. RESULTADO

O Poder é Dom do RÓSEO E PODEROSO SER.

É egresso do RÓSEO E PODEROSO SER, odes de ORDEM, PROGRESSO e PODERES.

E ORDEM, PROGRESSO e PODERES, regem o Poderoso de sege e sedes, o Egro em dores e o Operoso em messe.

Se ORDEM, PROGRESSO e PODERES sem odes e sem esmero é poder e remo dos Poderosos, esse poder é ogro e é do Demo e esse poder os Egros em dores e os Operosos em messe mede. O Egro em dores de dose em dose morre e o Operoso sem sede, sem messe e sem emprego pode ser preso sem ordem e sem depor. E se em rogo se opõe sem medo, o Demo põe o peso do pé e o Poder Podre dos Poderosos rege o remoer do osso e do ego do Operoso sem erro e sem dó e sem remorsos o depõe de sedes, de messe, de ermos e dos sopés dos morros. Se ORDEM e PROGRESSO sem esmero é Poder Podre dos Poderosos e do Demo, esse Poder é mero Odre de Ogros Odores.

-” Ó RÓSEO E PODEROSO SER; somos seres dos ermos, dos sopés dos morros, sem messe e sem emprego e egros em dores. Se me espremo e gemo em dores. É em segredo e só. E se o goso me rege, é só mero porre e é em esmo. Somos medrosos. E se pomos os pés em domos e sedes dos Poderosos, o Poderoso Gordo, de sedoso gorro e em pó de odores é só pose e de modo emperro pede: “” – Só se demore por rogo. Pede e some ! “”. Moro em Ermos sem Messe e em Morros sem Posse. Sem medo e sem segredos, prego em ermos sem Messe e em Morros sem Posse”:

– Ó Operosos sem emprego e Egros em dores, oremos:

“”– Ó RÓSEO E PODEROSO SER; de sede de ORDEM e PROGRESSO morre o Egro em dores e o Operosos sem emprego. Dose o remo, rege o Poder Podre dos Poderosos e dome o Demo! Rese Messe e Ermos, Posse e Morros, Operosos sem emprego e sopese os Egros em dores e o PROGRESSO gere. Soe e ressoe esse rogo em Ermos e Morros do RÓSEO E PODEROSO SER.””

ORDEM é germe do Poder e o Poder em esmero rege o PROGRESSO e repõe o goso em odes, sem rogo e sem dores em Ermos, Morros e Sedes de Operosos, Egros e Poderosos. O RÓSEO E PODEROSO SER, rege Ordem, Progresso, Poderes, Poderosos, Egros, Operosos, o gôso em odes e depõe:

****- És odes e pomos de Messe desse RÓSEO E PODEROSO SER, se me pedes em rogo, o ressôo me remoe o Ego. E de dó, rego de esmero os Ermos sem Messe, os Morros sem Posse, doso o remo, regro o Poder dos Poderosos e sem esporro domo o Demo e o Demo egresso dos Ermos sem Messe e dos Morros sem Posse se morde em dores, sem poderes e só! Se és Egro em dores e Operoso sem emprego, orem de pé e esperem. Se és Poderoso e o Poder do Demo o rege, rode de dores e só, sem Messe, sem Domos, sem Sedes e sem Poderes!****
****

Domus – catedrais

Esmo – ao acaso, a tôa

Ermos- sertões

Dose o remo – dose o poder de mando

Egresso- saido

Egros – doentes

Emperro – insensível

Esporro – censura violenta

Operosos – trabalhadores

Odre – saco de couro para líquidos

Ogros- ente satânico, coisas satânicas

Ressoo -repercutido – repercutir, ecoar

Sopese- levantar com a mão, tomar o peso

Sem odes – sem regras

Sege – coche com 2 rodas

Róseo e Poderoso Ser – Deus

****
A Ciência Oaieme e seus métodos não obedecem as normas da Nomenclatura Gramatical da Língua Portuguesa mais a do Idioma Brasileiro Livre.


****
05. COMENTARIO


A maioria dos credos, notadamente a Bíblia relata que Deus falou, disse, ordenou ou outorgou poderes a esse ou aquele escolhido por ele.

Através da Ciência Oaieme no entanto, Deus não faz escolhas nem estabelece diferenciações entre os seres humanos. Simplesmente ele assevera, adverte, se compromete e até orienta de maneira clara e objetiva aquele que lê o resultado; o possível intermediário, interlocutor ou propagador de sua palavra.


E isso não é do agrado de religiões e seitas e muito menos da Nova Ordem Mundial.

**** O olho que dizem que tudo vê, olha o Mundo e não me enxerga pois no Ontem não era, no Hoje não é e no Amanhã nunca será. No entanto Eu olho o Mundo e o olho que dizem que tudo vê: Eu o vejo e o enxergo pois no Ontem Eu era, no Hoje Eu sou e no Amanhã sempre serei porquê na Eternidade das Eternidades, Sou Um de D*E*U*S*.

****
**** Eu vim, vi e venci e nem “eles” me viram nem tu me viste.

**** Um abraço a todos, até o próximo artigo e Inté.

**** Independência ou Sorte. O Aedo do Sertão


****  Fim.