01. ANÁLISE DO TEMA

Por J B da Silva

Muitos temas, são prolixos isto é, possuem abundância de raciocínios e informações porém, tudo isso é contexto e está intimamente em consonância com o tema analisado.

E esse é o caso do tema Deus e a Monarquia.

02. QUADRATURA DO TEMA

deus e a monarquia

03. PALAVRAS ENCONTRADAS NA QUADRATURA

Exercite sua mente procurando na quadratura as palavras que formam o texto ou resultado final.
****
OBS: Todas as palavras do texto serão encontradas dentro da quadratura e todas as palavras possíveis que podem ser formadas com as letras da quadratura compõem o teor ou forma do texto ou Resultado.

Muitas palavras estão na quadratura e propositadamente não foram utilizadas. No entanto elas poderão se usadas, enriquecer o texto ou resultado final com novas informações. Este exercício é um desafio a sua competência.
****
04. RESULTADO

A ruína da Monarquia é que a Anarquia manda e o Rei não manda nada. Se o Rei não é sério e não é querido, ainda que Duques e Edis ordenem o Reino, o Mundo se ri do Reino em ruína e não demora o Rei a cair.

Dia a dia, semana a semana, mês a mês e ano a ano a AIDS ronda e namora a morada do Mísero e as ameias nos muros da Sede do Reino do Rei.

Se és Rei e se deu ao Deus de Saia de Seda e Adé de Ur e Eridu e não amenisa o dia a dia do mísero a suar nas eiras e nas usinas e de suas dores se rí, se amue e se morda em dores e ais e a Miséria queime seu Eu, sua Sede, sua Eira e sua querida Dona Seiúda se amue e saia de si e o Edem dos Edens do Deus Uno será mera quimera a seu Eu de asno amuado.

Se és sério Rei e ora ao Deus Uno e ao Rei dos Reis, o Rei Remido de Sião, se doa moeda, se amenisa o dia a dia do mísero a suar nas eiras e nas usinas, se não se rí de suas dores e resa sua saúde não se amue. A Miséria não ronda e não queimará seu Eu, sua Sede, sua Eira, seu Reino e sua querida Dona Seiúda não se amuará no amor a si e sua sina e senda será ir no rumo de sua morada no Edem dos Edens do Deus Uno.

Orem a DEUS e ao Rei Remido de Sião o Mísero, os Reis, os Duques e Edis se querem o Mundo sem dores e sem AIDS.
****
A Ciência Oaieme e seus métodos não obedecem as normas da Nomenclatura Gramatical da Língua Portuguesa mais a do Idioma Brasileiro Livre.
****
05. COMENTARIO

Note-se que esse resultado é muito rico e discorre principalmente sobre atitudes ou ações que foram ou são ensejadas por chefes de estado. Porém ela se estende a pessoas que de uma forma ou de outra tem em suas mãos algum poder de decisão.

No entanto a figura do Cidadão Laborioso não é esquecida e é duro e reto recado da Ciência Oaieme a qualquer mandatário a atenção, ao aporte e ao suporte que deve dispensar a eles ou seja; a Sociedade Global.
****

**** O olho que dizem que tudo vê, olha o Mundo e não me enxerga pois no Ontem não era, no Hoje não é e no Amanhã nunca será. No entanto Eu olho o Mundo e o olho que dizem que tudo vê: Eu o vejo e o enxergo pois no Ontem Eu era, no Hoje Eu sou e no Amanhã sempre serei porquê na Eternidade das Eternidades, Sou Um de D*E*U*S*.
****
**** Eu vim, vi e venci e nem “eles” me viram nem tu me viste.
**** Um abraço a todos, até o próximo artigo e Inté.
**** Independência ou Sorte. O Aedo do Sertão
**** Fim.