A Ciência Oaieme – Coaching e Mentoring – Curso – O Desenvolvimento.

Aula XXXI– Os Protocolos do 4° Poder – XVII

JB da Silva

Não degradar a fauna, a flora, os recursos minerais e hidricos.

A fauna, a flora e os recursos minerais e hídricos ou seja os Ecossistemas do planeta, não se encontram no rol de prioridades ou preocupações das grandes potências, das multinacionais e da Elite Piramidal. Porém, já é assunto de conversa não só no seio de instituições civis como Ongs e Associações correlatas, como no seio das Classes Sociais e notadamente na população estudantil, a partir do incentivo de professores(as) que reconhecem em tempo, ser a Forma ou Estado de Consciência Ecológico, um embasamento necessário para a formação da personalidade do aluno(a) que ensejará a edificação e o fortalecimento da Cidadania preferencialmente em se falando do Brasil.

Diferenciado de países do Primeiro Mundo, Ásia, África e até mesmo das Américas, o Brasil possui vários Ecossistemas. Ao todo são dez de grande porte, apesar de existirem muitos dimensionalmente menores mais ainda não devidamente catalogados.

Floresta Amazônica

Estende-se além do território nacional, com chuvas frequentes e abundantes e ostenta uma fauna e uma flora invejáveis.

Mata de cocais

Situa-se entre a floresta amazônica e a caatinga. Carnaúba, babaçu, buriti e outras palmeiras fazem parte de sua rica flora assim como animais de várias espécies.

Pantanal

Com espantosos índices de biodiversidade animal, o Pantanal está localizado na região Centro Oeste do Brasil e é a maior planície alagada conhecida.

Campos sulinos

Os campos sulinos são conhecidos como pampas, termo de origem indígena que significa “regiões planas” e se estendem desde o Paraná, Santa Catarina até ao sul do Rio Grande do Sul, fronteira com o Uruguai.

Cerrados

É na região Centro Oeste que se encontra a maior porção estendida desse Ecossistema. A vegetação natural se compõe de arbustos de pequeno porte e retorcidos, sendo as principais espécies de frutas: o araçá, o pequí, o murici, o buriti, a mangaba, o araticum, o baru, a cagaita, o bacupari e o indaiá, frutas deliciosas e nutritivas e completamente desconhecidas pelos habitantes dos grandes centros urbanos. Por estar no centro geográfico do Brasil, podemos encontrar nos Cerrados, tanto espécimes da fauna como da flora oriundos dos outros Ecossistemas. É o habitat do lobo-guará, do tamanduá-bandeira, da onça-pintada etc.

Caatinga

Esse Ecossistema compõe a maior parte dos sertões do Nordeste Brasileiro. Como a vegetação perde as folhas e fica esbranquiçada nos períodos de seca, esse fato deu origem ao nome Caatinga que na língua tupi, significa “mata branca”. Sua fauna e sua flora são exóticas. Os cactos, como o mandacaru, o xique-xique, a braúna, o ipê e outras plantas, são típicos da caatinga. A fauna inclui as cobras cascavel e jibóia, o gambá, a gralha, o veado-catingueiro, onças, tamanduás etc.

Restinga

Típica do litoral brasileiro, esse Ecossistema é bastante diferenciado embora se interligue com outros à sua volta. Rico em sais, seu solo arenoso abriga um número incontável de seres, apesar de grande parte de seu solo ficar submerso pela maré alta. Animais como maria-farinha, viúva-negra, besourinho- da -praia, gavião- sem -coleira, tiê-sangue, coruja-buraqueira, sabiás, jacús, beija flores entre outros. Muitas são as plantas características da restinga : sumaré, aperta -goela, açucena, bromélias, cactos, coroa-de-frade, aroeirinha, jurema e taboa.

Manguezal

Desde o Amapá até Santa Catarina, existe a ocorrência de vários manguezais ou mangues, geralmente uma estreita floresta que se desenvolve na foz dos rios ou em estuários, onde possa existir a possibilidade de receber água do mar, que vai agregar valores a sua água salobra mais que esteja abrigado pelo menos parcialmente, da violência das marés. Esses Ecossistemas são berçários e abrigos naturais de peixes, crustáceos e aves tanto marinhas quanto continentais. Em seus solos lodosos e ricos em nutrientes, vários tipos de arvores em seus leitos lodosos se fixam através de suas raízes escoras.

Mata de araucária

Na região sub – tropical, de temperaturas baixas, ao sul do Brasil se situa as Matas de araucárias. Podemos destacar o pinheiro-do-paraná, uma espécie de araucária entre outros tipos de árvores. Muitas espécies da fauna encontradas em outros Ecossistemas também ali se encontram notadamente a gralha azul, a ema a maior ave das Américas, o tatu, o quati e a onça pintada.

Mata Atlântica

Do Rio Grande do Norte até o Rio Grande do Sul, esse Ecossistema apresenta vegetação densa, pouco espaço vazio e árvores copadas e altas. A diversidade de seres vivos em sua área, faz com que seja reconhecida com uma das maiores do planeta. Na sua fauna exuberante, podemos destacar a onça pintada, a jaguatirica, o tamanduá bandeira, gaviões de várias espécies e o mico-leão dourado.

A esta altura do curso você naturalmente se questionará; Porquê devo saber sobre isso e em que momento esse conhecimento me ajudará na elaboração de meus projetos ou nas ações de metas a alcançar?

A resposta é muito simples: além dessas aulas se relacionarem com o Curso, pois em algum momento você necessitará, no cerne de suas atividades, de informações sobre o tema, elas também se relacionam com o desenvolvimento de seu 4° Poder pois seja você um(a) líder, um rico empresário(a), um micro empreendedor(a) ou simplesmente um(a) profissional cônscio(a) de seus valores, você deve estar preparado(a) para as mudanças sócio políticas que se desenvolvem no planeta e principalmente no Brasil devido ao fato de que a implantação e deslanche da Nova Ordem Social é irreversível e a Nova Ordem Social, somos NÓS mesmos  ainda mais que; se você pensa em se tornar um(a) líder em potencial  no seio do contexto sócio político da sociedade urbana ou rural, porquê não saber mais sobre o assunto e tema desta aula?

Logo, você deve cuidar de sua Educação Ambiental e prestigiar qualquer ação que a embase assim como a Forma ou Estado de Consciência Ecológico, sejam reconhecidamente uma disciplina Àurea dentro da sala de aula.

Bons estudos, bons proveitos, até a próxima aula e Inté.

Independência ou Sorte.

****