A Ciência Oaieme – Coaching e Mentoring – Curso – Os Princípios ou Conhecimentos.

A Ciência Oaieme – Coaching e Mentoring – Curso – O Desenvolvimento.

Aula LV – As Multi Polarizações

JB da Silva

Ao se mencionar o tema Multi Polarização de imediato, a pessoa leva em consideração a Política, a Militar e a Econômica. Embora sejam importantes, raramente se menciona a Religiosa, a Social e a Cultural assim como as que tratam de outras tantas ações humanas.

Isso significa dizer que não existe um consenso no administrar as ações humanas e muito menos uma harmonia de atitudes, dos gestores de tais ações.

Devemos viajar no tempo e voltar ao passado pois: é importante que fique bem claro que essa desarmonia de gestão das ações humanas, é algo que foi arquitetado de uma forma demoníaca desde os idos pós diluvio, no alvorecer dessa Humanidade.

As narrativas sumerias coincidem em muito com os relatos científicos sobre o alvorecer dessa Civilização principalmente a partir do Neolítico, quando seus Deuses retornando à Terra começaram a ensinar aos humanos a preparação da terra, o cultivo, o pastoreio e a construção de agrupamentos de casas bem como a organização social em termos rudimentares.

Em nosso entender, essas ações seriam o prenuncio ou os preparativos para a construção de Kish, cidade estado onde a nobreza dos Anunaquis se estabeleceu , Uruk, Ur, Hamazi, Aksak , Eridu e muitas outras que vieram a constituir o Império Sumerio. Cada uma obedecendo a gerencia de um deus específico.

Essas ações dos Anunaquis ocorreram segundo os relatos sumerios e científicos entre 10 000 a. C e 4 000 a. C. apogeu do Imperio Sumerio.

Nesse período ainda no Neolítico, surgiram duas cidades; Çatal Hüyük na Anatolia e Jericó onde hoje se situa o estado de Israel. É óbvio que outras tantas cidades e povoados deviam existir em outras regiões, mais essas duas cidades se tornaram importantes por nos transmitiram ricos legados em termos arqueológicos, nos permitindo entender as suas organizações, as suas culturas e seu modo de viver.

E o que tem a haver essas cidades com as ações de Multi Polarizações que ocorrem no momento presente?

Ocorre que: essas cidades nos dão uma ideia de como a Multi Polarização em todos os sentidos se iniciou.

Apesar de se situarem na Ásia Menor, as duas cidades não eram próximas sendo que: alguns estudiosos baseados em exames com o Carbono 14, situam a existência de processos de ações humanas na agricultura, pastoreio e construção de habitações, a partir de 11.000 a. C na área de Jericó e a partir de 8 000 a. C na área de Çatal Hüyük

Ambas desenvolviam ações na agricultura, pastoreio, artesanato e tinham uma organização social e urbana rudimentar mais se diferenciavam em um aspecto: Jericó tinha muralhas e Çatal Hüyük não possuía muralhas, nem sistema algum que pudesse ser empregado na sua defesa mas, as casas ostentavam obras de artesanato e pintura com muitas cenas do cotidiano.

Ao contrário de Jericó, Çatal Hüyük não era circundada por muralha, o que indica um carácter pacífico da população que aí habitava.

A partir desses dados podemos tecer as seguintes considerações;  Çatal Hüyük devia ter bons relacionamentos com vizinhos e estrangeiros conquistadores pois não precisava de sistemas de defesa. Jericó no entanto tinha esses problemas isso, nos assevera suas muralhas e sua torre. Ficando claro que existia então na época, conquistadores e adversários na região.

Então a partir das narrativas sumerias, cientificamente irrefutáveis, temos naquela época na Ásia Menor o seguinte quadro que podemos dividir em duas etapas: a primeira, a partir do Pré Neolítico e do Neolítico, grupos humanos, tribos e habitantes de pequenas comunidades foram treinados e preparados nas ações pertinentes a agricultura, pastoreio, artes e artesanato e construções de edificações. A segunda etapa, a partir do Neolítico vemos a instituição de cidades fortificadas e urbanisticamente organizadas onde naturalmente se empregou aquelas populações já aptas a exercer funções. Isso resultou na implantação rápida do Império Sumerio.

Segundo os relatos sumerios, a civilização super desenvolvida que iniciou a colonização da Ásia Menor e outras regiões do planeta no pós diluvio, tinha a sua linhagem imperial constituída de “ deuses” e “deusas” e, embora unidos em função de um mesmo ideal, a conquista do planeta, tinham sérias divergências e mantinham acirradas disputas entre si. Isso talvez se originasse da visão que cada um tinha do trato com os naturais da região cuja tutela lhes pertencia assim como o do organizar uma sociedade que lhes fosse submissa sem restrições..

Mediante isso podemos aferir que as duas cidades tinham gestões diferenciadas e uma outra gestão abstrata, mais concreta à distancia, existia. Talvez nômades conquistadores.

Essas três gestões indicam que em outras regiões próximas poderiam existir outras cidades menos evoluídas e talvez com outros tipos de gestões a partir das determinação de seus gestores. Quem sabe, os “deuses” e “deusas” sumerios. O óbvio é de que a Multi Polarização engendrada pelos gestores sumérios a partir do pós diluvio, tinha um objetivo definido: o enfraquecimentos das etnias terrestres, para que elas nunca tivessem como resistir a seus opressores.

Essa ancestre Multi Polarização, aconteceu em todos os sentidos e ações e seus desdobramentos vieram se inserir em todas atividades humanas no momento presente. Centenas de religiões foram criadas , dezenas de sistemas econômicos, dezenas de doutrinas filosóficas e uma enxurrada de conceitos preceitos culturais foram espalhados pelo planeta profusamente. Mais podemos considerar que: Os “deuses” e “deusas” sumerios saíram de cena dando seus lugares a sua descendência: as grandes famílias imperiais, as religiões, seitas e as grandes fortunas do planeta.

Hoje em dia, cinco famílias são as mais poderosas do planeta: os Rothschild, os Rockefeller, os Morgan, os Du-Pont e os Bush.

Todas elas fazem parte da cúspide das Treze famílias mais poderosas do planeta e possuem acento privilegiado nas seitas secretas mais importantes do planeta e a ancestralidade delas não poderia ter outra origem a não ser a remota Suméria.

Essa Elite Piramidal é quem determina todas ações no planeta, para o bem e para o mal.

A partir desses dados podemos fazer o seguinte questionamento: uma Gestão de Consenso Universal não seria o ideal para todos? Sim, seria. Porem a Humanidade se constitui de Elites, os Servidos e de Povos, seus Servidores e as Elites não pensam e não admitem dividir quinhões de qualquer espécie com os que eles dizem serem seus lacaios.

No entanto, uma Nova Civilização está emergir e ela como todas as outras que floresceram e muitas até se extinguiram no planeta, possui um Idioma Próprio, uma Doutrina específica, a Ciência Oaieme o Evangelho Matemático da Nova Era. Essas, são as ferramentas com as quais o Ser Humano poderá forjar seu futuro e se livrar de seus opressores e sustar o poder de opressão das Multipolarizações..

Estude sua Auto Análise, use a Ciência Oaieme e auto se aperfeiçoe. A sua Auto análise é seu Evangelho particular e nenhuma doutrina filosófica ou credo religioso pode se interpor a ele ou suplantá-lo.

Bom estudo, bons proveitos, até a próxima aula e Inté.

Independência ou Sorte.

****