A Ciência Oaieme – Coaching e Mentoring – Curso – O Desenvolvimento.

Aula XL– Os Protocolos do 4° Poder – XXVI

JB da Silva

Como nosso pensamento político é Pangeático isto é universalista; temos ideologia própria, a nossa Brasilidade. Em sendo assim, não se associe a partidos políticos cuja ideologia não se coadune com os nossos anseios pátrios.

****

Mesmo nos países mais desenvolvidos e notoriamente democráticos, não existe um partido que expresse ou exiba com propriedade o rosto de seu povo ou o espírito da Nação. Um ou outro pode demonstrar apenas, em níveis xenofóbicos, interesses industriais, comerciais, econômicos, religiosos, culturais e até mesmo étnicos.

A Cidadania o rosto de seu povo e o Espírito da Nação que pressupõe ser a Pátria uma grande família, não são levados em conta. Ainda mais que; sufocados pelas disputas ideológicas, religiosos e de interesses materiais, são relegados ao esquecimento em uma disputa eleitoral, por não serem viáveis como temas de campanhas políticas.

Em termos de Brasil, podemos afiançar que dos 35 partidos existentes apenas 14 apresentam preocupações com a redução das desigualdades sociais, a defesa dos interesses dos trabalhadores e das minorias. Embora aceitem as regras democráticas e a economia de mercado, alguns primam por serem intervencionistas e defensores do estado forte.

Os 21 partidos restantes ostentam com suas eventuais deturpações, ideologias importadas do Primeiro Mundo notadamente o neo liberalismo proposto pela Globalização e em sua maioria, suas convicções religiosas.

Não existe no Brasil um partido com perfil nacionalista e muito menos de extrema direita todavia, a mesma atua sutilmente no seio de vários partidos políticos e o nacionalismo é mera miragem. Apesar disso, mesmo enfrentando situações constrangedoras, escândalos e desvio de conduta de políticos, empresários, líderes religiosos e pessoas de alto nível social, o Brasil desponta no Concerto das Nações como uma Nova Civilização Emergente ou seja o 4° Poder do Planeta”.

Como o Povo Brasileiro foi educado para ser subserviente e avesso a sua própria Cidadania, levará ainda algum tempo para se livrar do jugo da “colonização” e do “colonialismo” rançoso, que o impede de reconhecer-se no seio desta “Nova Civilização Emergente”, dentro do contexto do Futuro Presente que já está a bater às portas.

Por isso é imperioso que políticos e partidos sejam avaliados por aqueles que o podem isso fazer, pois não há mais como aceitar que bandeiras e metas políticas, se posicionem acima dos Interesses Pátrios.

Use a Ciência Oaieme, o seu 4° Poder e interfira no processo.

Bons estudos, bons proveitos, até a próxima aula e Inté.

Independência ou Sorte.

****