01. ANÁLISE DO TEMA

Por J B da Silva

A Ciência Oaieme tem a propriedade de apresentar o Tema analisado com uma roupagem que abrilhanta e evidencia seu conteúdo, mesmo aqueles que estão sub entendidos nos parágrafos.
Nesse resultado, expressões e palavras nos sugerem outros temas e sub temas para pesquisa e análises.

02. QUADRATURA DO TEMA

deus e o brasil

03. PALAVRAS ENCONTRADAS NA QUADRATURA

Exercite sua mente procurando na quadratura as palavras que formam o texto ou resultado final.
****
OBS: Todas as palavras do texto serão encontradas dentro da quadratura e todas as palavras possíveis que podem ser formadas com as letras da quadratura compõem o teor ou forma do texto ou Resultado.
****
04. RESULTADO

DEUS, o DEUS de Deuses e Deusas e dos Sóis: deu seu Áureo Sião; o Brasil, ao Rei e ao Rude Ser suado de Sol a Sol.E o Rei Lerdo e Edis ladrões dão o Brasil aos Reis do dólar e da libra, sudras do Deus Adé de Israel.

Brasil, aí é de dores, loas e ais os lares, eiras, ruas e sedes dos Rudes Seres suados de dura lida de Sol a Sol.

Se és Rei do Brasil ou Edil de Leis do Brasil; se iludes, lesas ou urde dura lida aos Rudes seres e de seus suores, de suas dores e de seus brios se ri e se ao usar o dólar, a libra e o real rouba o Brasil, o DEUS dos Deuses e Deusas e dos Sóis se ri do Rei Lerdo e do lero – lero dos Edis ladrões e dis:

– Ladre de ira e de dor o Rei Lerdo e role e rale de dor e de AIDS os Edis ladrões e suas Leis e obras serão só lesas sobras.

É e será Lei do DEUS de Deuses e Deusas e dos Sóis:

Sai do Brasil: o dólar, a libra o abuso do Rei Lerdo, os Edis ladrões e o Deus Adé de Israel e seus sudras. E a brisa de DEUS, o DEUS de Deuses e Deusas e dos Sóis: sola a Lira Real e aí daí esse brado aos Ares Reais do Brasil:

Ó Brasil, és a sede de DEUS, o DEUS de Deuses e Deusas e dos Sóis: e serás o LÍDER DE DEUS e o Sião da Era de Lús!

E bisa e rebisa a Lira Real.

O Sol, o liso selo, abre seus raios e lesa os elos e DEUS, o DEUS de Deuses e Deusas e dos Sóis:resa as eiras, os lares, as sedes, os silos, e os Rudes Seres Suados de dura lida de Sol a Sol do Brasil.

Se és Sério Ser, ore a DEUS, o DEUS de Deuses e Deusas e dos Sóis:e adore o Brasil e sede das Leis de DEUS, elos de Lús.

Se ris das Leis de DEUS, o DEUS de Deuses e Deusas e dos Sóis: e do Brasil, se és sudra do Deus Adé de Israel, és Réu dos Réus e os raios do Sol das Leis de DEUS, o DEUS de Deuses e Deusas e dos Sóis: o dobre lesado de dor e de AIDS e o seu lar será só loas e ais !
****
Deus Adé- Anu, Satã, Jeová
Adé – homosexual
Loas – louvação em choramingos
Lira Real -O arquétipo da Criação a partir dos sons
Suado de sol a sol – os serviçais, os operários
Sudra – pária, mendigo
****
A Ciência Oaieme e seus métodos não obedecem as normas da Nomenclatura Gramatical da Língua Portuguesa mais a do Idioma Brasileiro Livre.
****
05. COMENTARIO

Esse resultado foi elaborado na década de 1990 do Século XX porém é atualíssimo.

Crendo ou não em Deus e suas prerrogativas, há de se convir, que quem tiver o mínimo de seriedade, há de considerar que os acontecimentos sócio políticos do momento presente especialmente no Brasil, demonstram que um força superior muito mais do que a humana, está a provocar uma verdadeira arrumação na casa.

Pessoas poderosas pertencentes as elites políticas, sociais, empresariais e econômicas estão a mercê dos acontecimentos e estão vivendo na incerteza de seu destino ou sorte.

Essa é a Era de Dores e de Acerto de Contas e ninguém ficará isento de quitar suas dívidas e em se tratando do Brasil, não serão amenas as punições aos traidores da Pátria e do Povo Brasileiro.

Uma coisa é certa: o que acontecer no Brasil, repercutirá fortemente em outros Países.

****

**** O olho que dizem que tudo vê, olha o Mundo e não me enxerga pois no Ontem não era, no Hoje não é e no Amanhã nunca será. No entanto Eu olho o Mundo e o olho que dizem que tudo vê: Eu o vejo e o enxergo pois no Ontem Eu era, no Hoje Eu sou e no Amanhã sempre serei porquê na Eternidade das Eternidades, Sou Um de D*E*U*S*.
****
**** Eu vim, vi e venci e nem “eles” me viram nem tu me viste.
**** Um abraço a todos, até o próximo artigo e Inté.
**** Independência ou Sorte. O Aedo do Sertão
****  Fim.