INTRODUÇÃO

O Acelerador Intelectual é um dos métodos que fazem parte do universo de métodos da Ciência Oaieme, o Antimátero, Imátero Étero Material Estudo e Repositório Mágico das Inteligências Múltiplas.

A função primordial do Acelerador Intelectual é conduzir passo a passo, o estudante ou usuário, no corredor que os permite ter acesso as salas e ante salas, onde estão arquivados todas as respostas e informações de que necessitam para o aprimoramento e desenvolvimento de seu intelecto.

Mesmo que o aluno ou usuário tenha dificuldades de aprendizado, ele terá condições de através dos exercícios simples e práticos do Acelerador Intelectual, melhorar paulatinamente seu desempenho nos estudos, não importando qual seja a matéria. Por isso se elaborou estes exercícios práticos que são conteúdos dos Cinco Estágios do Acelerador Intelectual.

Note-se que, a partir deles, o Professor ou Professora pode desenvolver  até outros exercícios.

Assim como o Método Básico da Ciência Oaieme, o Acelerador Intelectual utiliza um alfabeto que possui mais uma letra; o Y e que não é utilizada pelo Idioma da Língua Portuguesa. O Acelerador Intelectual não obedece as regras e normas da Nomenclatura gramatical da língua portuguesa por entendermos que estas regras e normas, às vezes, enodoam a elegância do conteúdo ou desestruturam a harmonia da forma de um simples texto ou de toda a obra, conforme se demonstrará na análise do titulo Ordem e Progresso e Em teu seio ó liberdade.

Assim como as operações matemáticas; os Métodos da Ciência Oaieme também são aspectos de uma ciência matemática e seus resultados ou soluções, independem da vontade do estudante ou usuário. Como é um sistema de análise e pesquisa, a competência do estudante ou usuário, é através do processamento das etapas do exercício, chegar ao resultado final .

Se enfatiza nesta obra: o Idioma que falamos é o Brasileiro e passo a passo, o professor, mestre, estudante ou usuário entenderá através dos resultados contundentes, irrefutáveis e convincentes do Acelerador Intelectual e dos Métodos da Ciência Oaieme de que; uma NOVA GRAMÁTICA, a da Língua Brasileira tem de ser elaborada para atender o progressivo e matemático deslanche de nosso Idioma; o Brasileiro, falado, escrito e muito bem entendido de norte a sul deste Brasil e em muito diferenciado do Idioma falado e escrito em Portugal, retrátil e subjugado as regras conservadoras de uma gramática acanhada, que não atende e não respalda os reclamos da evolução da fala e da escrita.

Tolos e retrógrados são os que se colocam contra aqueles que pleiteiam a independência cultural de nosso povo, e no seu dia a dia, asseveram que temos um idioma nacional. Estes brasileiros, intelectuais ou não, não são alas de um exercito de Dom. Quixotes e Bocages mais os expoentes de nossos pensadores independentes que não admitem a colonização cultural de nossa gente , quer seja pelo idioma português ou pelo ainda mais pobre na léxica, o inglês.

Mata-se a cobra e mostra-se o pau: o idioma português é oriundo ou é o somatório de línguas e dialetos falados pelos povos que se estabeleceram em momentos distintos na península ibérica, ou pelos que; foram para lá empurrados e, vencidos pelo império romano. E se mesmo assim os portugueses alegarem que sua língua ou idioma é uma língua mãe, e o mundo isto aceita, muito mais alto poderemos falar aos céus e a terra que o nosso idioma é o Brasileiro; porquê ele foi enriquecido pelos idiomas africanos, o tupi e o guarani. E que nos conste, os portugueses não falam, não escrevem e não entendem; as línguas africanas, o tupi nem tampouco o guarani. E as palavras, termos e expressões destes idiomas, são utilizados, de norte a sul e de leste a oeste neste Brasil imenso. por nossa gente, em seu dia a dia e totalizam no pior das contagens cerca de 50% de nosso linguajar do dia ou conteúdo de nosso dicionários.

Falta-nos porém; a necessária cultura cívica, entre nós ainda débil, para nos impormos culturalmente em igualdade de condições com os outros povos. Pois no primeiro mundo, por menor que seja a nação ou raça, eles defendem por todos os meios; a sua bandeira, o seu hino nacional , o seu idioma e a sua moeda. Até os ciganos, sem país, sem terras e nômades, se orgulham de sua mais preciosa herança cultural; o seu idioma, o Romaní…

Sem mais delongas, resumindo a retórica e sem deludir professores, estudantes e usuários vamos aos fatos e a questão é esta: os resultados do Acelerador Intelectual assim como os dos Métodos Básicos da Ciência Oaieme nos repassam uma forte conotação de brasilidade a partir dos conteúdos de seus versos ou prosa. E mais cedo do que se possa pensar; a humanidade, ávida de novos conhecimentos, terá que aprender o a, e, i, o, u e o y do Idioma Brasileiro Livre para ter acesso as mil e umas funções da Ciência Oaieme assim como se por a par e entender os resultados de nosso incontestável progresso científico e tecnológico, haja visto que na área do petróleo e agropecuária jamais nos alcançarão. Com certeza, não é uma divagação xenófoba, mas, nos parece que os céus, numa divina délivrance, nos trouxe do mundo talvez abstrato dos etéreos sonhos; para o mundo da dura realidade cultural do brasileiro, a Ciência Oaieme e seus Métodos e se esta recém nascida, o mundo de cueiros a vestir, será de verdes e amarelas orleãs, ornadas, com requintadas rendilhas, em azul e branco !!!

Saiba +

O autor

O Acelerador Intelectual – Copyright © 2009 by JB da Silva – Rio de Janeiro – Brasil