Por JB da Silva

Até a data de hoje não se conseguiu estabelecer meios pelos quais se possa prever o comportamento dos políticos, quando depois de eleitos e empossados em seus respectivos cargos. Bem falantes e respaldados por gigantescos esquemas publicitários, cada um de per si, prometem e advogam através da imprensa as suas qualidades pessoais e seus mirabolantes quando não faraônicos projetos.

Temos que meditar e convir sobre o momento presente. Nos dias atuais o nosso Mundo é dividido ou constituído por dois pólos políticos distintos. Os cientistas políticos alegam que esses pólos são; o Primeiro Mundo e o Terceiro Mundo. Pergunta-se: e o Segundo Mundo? Quem é, onde está ou onde fica Isto no entanto não importa pois temos uma explicação melhor.

Nosso Mundo se constitui de dois hemisférios políticos. O Hemisfério Norte e o Hemisfério Sul. No Hemisfério Norte estão as nações ricas, poderosas, e tutoras dos bens econômicos, materiais, culturais e religiosos. No outro, o Hemisfério Sul, o propalado Terceiro Mundo, estão localizados os Países sub desenvolvidos, pobres e carentes de tudo.

O que este autor quer dizer é o seguinte:

Em qualquer nação de nosso Terceiro Mundo, mesmo se tendo vários partidos políticos, as eleições são disputadas por aqueles que representam os interesses dos Poderes do Primeiro Mundo, os ricos e os que representam os interesses de sua Pátria, pobre e carente sem alistarmos aqui aqueles que defendem os interesses das Egrégoras Religiosas, Ideológicas e Herméticas. E qualquer coisa que se acrescente ou se questione a este raciocínio e lógica, é mera fantasia.

Temos visto em nosso País e em outros da América Latina, África e Ásia, políticos que no passado desfilavam de braços dados, suados e em mangas de camisa nas fileiras dos socialistas, comunistas e nacionalistas e hoje, no tempo presente, marcham de “smoking” entre os neoliberais, roxos e de olhos esbugalhados, gritando chavões da Globalização total. Esses, são sicários, traidores natos e os “cupins” que corroem a estrutura do progresso da população global.

Os mentores da Globalização e seus sequazes, que estão levando a miséria e a dor a milhões de lares em todo o Mundo, em prol de um progresso presumidamente coletivo, são os mesmos que financiam as espúrias religiões, credos e seitas herméticas onde não existe Ética ou Moral em seus conteúdos dogmáticos e cretinos e criaram o feudalismo, o colonialismo, o imperialismo, o comunismo, o socialismo e por fim o neoliberalismo. Depois destes sistemas que só vieram beneficiar as elites, o que nos imporão agora?

Eles são um clã de oligarcas, reinam e vivem no Primeiro Mundo, são os mentores e pseudo donos do planeta e decidem o destino e sorte das nações e raças sem dó e sem piedade, de acordo com seus escusos interesses e mantêem a custa de muito ouro e dólares, seus lacaios em posições políticas e estratégicas em todo o Mundo. Onde houve revolta contra este estado de coisas e contra este Poder Negro e Oculto, a Nova Ordem Mundial, elas foram esmagadas a ferro e fogo e os seus líderes nacionalistas foram considerados criminosos reles. Donos dos arsenais de guerra, do poder econômico e das comunicações, será impossível pelo menos por enquanto, enfrentá-los e a seus sequazes, em sua maioria traidores da Pátria ou da Humanidade.

Que fazer?

Esta pergunta está na cabeça de cada um dos milhões de seres espoliados em todo este Mundo. Como não existe pergunta sem reposta, a resposta a esta indagação de brasileiros e outros sofridos seres deste Planeta aí está: a maneira mais racional para que se possa enfrentar esta situação, é prever, descobrir e eliminar dos quadros políticos nacionais, aqueles que não estão afinados com os interesses pátrios através das eleições mesmo que elas sejam fraudulentas.

Usando os favores da tão elogiada Democracia deles ( ou Demoniocracia? ) podemos retirar de circulação, os nefastos políticos, usando uma Ciência Matemática oriunda de nossos Sertões, a Ciência Oaieme. Fácil de ser manuseada, irrefutável e inquestionável em seus reais laudos, a Ciência Oaieme demonstrará aos brasileiros, o real retrato dos candidatos a cargos eletivos da administração pública de nosso País e para isso, se escolheu os nomes de dois importantes políticos brasileiros, um representando o Passado e o outro representando o Presente, para Temas a esta demonstração.

Em vossas mãos, o Método Como escolher seu Candidato.

 

****