01. ANALISE DO TEMA

Por JB da Silva

Neste resultado está explícito que as práticas tanto de governos como de religiões nos dias atuais são as mesmas do passado e os atos cometidos por Noé no Eden se apresentam como ícones representativos das ações das grandes Nações e seus mandatários.

02. QUADRATURA DO TEMA

deus.11.

03. PALAVRAS ENCONTRADAS NA QUADRATURA

DE- DEU – DEUS -DEZ – DO- DOS – DUO – E – ÉS – EU – EDUZ – UNO – USE – USO -UNE – SE SEDE – SEU SONO -SONDE- SONDO – SENDO – SUE – O – OS- ONZE – ONDE – OU- OUSE – ODES –
****
OBS: Todas as palavras do texto serão encontradas dentro da quadratura e todas as palavras possíveis que podem se formadas com as letras da quadratura compõem o teor ou forma do texto ou Resultado.
****

04. RESULTADO:

O Deus Uno deu uso do ONZE do DEZ e do DOZE, o uso do Eu no sono e Sede no Eden.

Se és e sendo do deus Uno ouse; use o ONZE, o DEZ e o DOZE, use seu Eu no sono, use Sede e une os de Deus e uns Nus no sono.

Noé se deu de dono do DEZ, do ONZE e do DOZE e do Eden onde zoou Sede e os Eu dos de Deus e de uns Nus no sono.

Se seu Eu é duo e se usou e zoou o Eu dos De Deus e de uns Nus no sono, Eu sendo de Deus sondo seu Eu e zuno seu duo Eu no sono.

Se és de uns de Noé eduz:

Zoe Noé… Zoe… Zoe…e o Deus Uno sonde seu duo Eu.
****
Uso do Eu no sono – as práticas metafísicas, cablísticas e mágicas do trato do Eu
Zoar – emitir som forte e confuso, provocar confusão
Zune, Zunir – atirar, arremessar
Uns nus – os débeis
****
A Ciência Oaieme e seus métodos não obedecem as normas da Nomenclatura Gramatical da Língua Portuguesa mais a do Idioma Brasileiro Livre.
****

Saiba +

05. COMENTÁRIO

Está muito claro que este resultado tem endereço certo: o Sionismo com suas práticas cabalísticas, as seitas herméticas, esotéricas e religiões. Aproveitamos o ensejo pois aqui se mencionou o Sionismo, que uma coisa é o Sionismo e outra coisa é o povo judeu haja vista que o judeu comum, o povo, sofre as mesmas ou passa pelas mesmas agruras que fustigam os outros povos.
****
**** O olho que dizem que tudo vê, olha o Mundo e não me enxerga pois no Ontem não era, no Hoje não é e no Amanhã nunca será. No entanto Eu olho o Mundo e o olho que dizem que tudo vê: Eu o vejo e o enxergo pois no Ontem Eu era, no Hoje Eu sou e no Amanhã sempre serei porquê na Eternidade das Eternidades, Sou Um de D*E*U*S*.
**** Eu vim, vi e venci e nem “eles” me viram nem tu me viste.
**** Um abraço a todos, até o próximo artigo e Inté.
**** Independência ou Sorte. O Aedo do Sertão

****Fim.